REDD é uma falsa solução! Entretanto, os deputados querem mudar o Código Florestal Brasileiro para entrar nesse jogo.

COP 16, Cancun, México.

9 de dezembro, 2010.

Assista às entrevistas da Democracy Now em www.democracynow.org, direto de Cancun, em especial sobre o tema de REDD (Redução de Emissão por Desmatamento e Degradação) e mercados de carbono.

Ontem dia 9 de dezembro eles realizaram uma série de entrevistas com os membros do Grupo de Durban para Justiça Climática (Durban Group for Climate Justice): Anne Petermann da Global Justice Ecology Project, Tom Goldtooth da Indigenous Environmental Network, Patrick Bond da Centre for Civil Society na Universidade de of KwaZulu-Natal, e Michael Dorsey da Climate Justice Research Project de Dartmouth College.

Além da entrevista com a ativista e pesquisadora Anne Petermann, os vídoes trazem trechos de discursos do Presidente do Banco Mundial Robert Zoellick (falando sobre  REDD plus), o bilhonário George Soros (falando de REDD na Indonésia) e a conservacionista Jane Goodall (falando sobre proteção das florestas).

TOM GOLDTOOTH: está sendo expulso das reuniões da ONU sobre clima por falar a verdade sobre a falácia do mercado de carbono e REDD— ” e é isso que eu tenho feito, falar sobre a insanidade que é a mitigação e soluções para as mudanças climáticas baseadas em sistemas de mercado.Voces sabem, eu estou sendo censurado, por dizer a verdade sobre a fraude do clima preparada pela ONU. E como é irônico, os povos indígenas, que podem ensinar à humanidade como sobreviver a uma catástrofe climática, estão sendo expulsos do debate.”

Enquanto isso no Brasil, o maior detentor de florestas nativas contínuas no mundo, o parlamento federal, trama a votação das mudanças no Código Florestal Brasileiro, fazendo pressão  no Governo atual, com total apoio do setor do Agronegócio e sua representante mor a Senadora Katia Abreu – DEM. Querem votar até dia 14 de dezembro de 2010.

Esteja alerta, se manifeste, as mudanças, da forma que estão sendo propostas, não trazem melhoria à qualidade de vida, retiram a proteção das florestas, e o pior, anistiam desmatadores, ou seja, anistiam quem cometeu crime ambiental. Isso é uma afronta à legislação brasileira, e só beneficia um setor da sociedade. E assim preparam a base legal para implantar as falsas soluções, que estão na pauta da COP 16 em Cancun.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: