No dia internacional de luta pela soberania alimentar Via Campesina ocupa CODEVASF na cidade de juazeiro –

Fonte: Movimento dos Pequenos Agricultores

Na manhã de hoje (16 de outubro) a cidade de Juazeiro amanheceu tomada por bandeiras vermelhas, cerca de seis mil camponeses e camponesas da Via Campesina (MPA, MST, MAB, entre outros) ocuparam a sede da CODEVASF (Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco).

A atividade faz parte da Jornada Internacional de Luta pela Soberania Alimentar que é realizada no mundo todo pela Via Campesina, com ações de repúdio às multinacionais do agronegócio.

Segundo Maria Kazé “As transnacionais do agronegócio como a Monsanto, Basf, Bayer entre outras, são as principais responsáveis por crimes ambientais e pela contaminação da terra, da água, dos animais e dos próprios seres humanos. Por isso, nós camponeses e camponesas do MPA e da Via Campesina, estamos denunciando esse modelo baseado no uso de agrotóxicos e sementes transgênicas e propondo para o mundo a agroecologia como alternativa à produção de alimentos saudáveis em convívio com a natureza para alimentar os trabalhadores que são quem mais necessitam”.

Esta planejado ainda para esta manhã a realização da “Audiência Pública do Semiárido”  que consistirá na discussão sobre os problemas e as alternativas para o desenvolvimento da agricultura Camponesa no Vale do São Francisco, pois segundo os camponeses e camponesas mobilizados o governo não tem dados respostas as necessidades das populações.

Um ponto bastante polêmico consiste na questão das cisternas de plástico que estão sendo distribuídas pelo governo na região, que por sua vez são frágeis e não aguentam os impactos do sol da região, chegando assim a “derreterem” e com isso liberar substâncias tóxicas que contaminam a água. Para Leomárcio Araujo “As cistenas de plástico representam um retrocesso na convivência com o semiárido, pois são mais caras, custando o dobro das cisterna de placa e não geram os empregos locais”.

O governo federal foi convidado para participar da audiência pública e explicar o porque de mesmo com as denúncias já comprovadas em relação às cisternas de plástico, nenhuma ação foi tomada até agora. Porém até este momento não havia sido confirmada a presença de nenhum representante do governo federal.

Após a audiência a programação do dia de hoje segue com a realização de um Show Popular Contra o Agronegócio. A atividade contará com a participação de vários artistas regionais e é aberta a população local. 

Por Comunicação MPA 

Mais informações aqui

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: